Atenção Na Matrícula: Veja O Que Muda Nas Escolas Para Se Adequarem À LGPD

A LGPD nas escolas é uma realidade, pois a Lei Geral de Proteção de Dados não se aplica apenas às empresas, mas às instituições também. Nesse cenário, mudanças foram realizadas e os pais estão se questionando. 

De fato, há certa apreensão por parte dos responsáveis que têm conhecimento da nova norma. Para as crianças e adolescentes, a LGPD é ainda mais sensível e rigorosa. 

Não é uma mudança que afeta somente aqueles que gerem e dirigem as escolas, mas para os pais e responsáveis dos alunos, os quais devem ficar sempre atentos ao uso de dados e informações dos filhos. 

O que muda com a LGPD nas escolas 

A LGPD nas escolas no momento de matrícula promoveu algumas mudanças no trato com as informações no que tange maior proteção dos dados pessoais de cada aluno. 

Além disso, segundo a diretora-presidente do Cieb, Lúcia Dellagnelo, tais tecnologias de preservação de informação também irão promover melhor análise dos dados educacionais, bem como para outros fins comerciais.  

Sobre o processo de matrícula, agora é necessária a verificação se os pais ou responsáveis consentiram que determinados dados sejam utilizados para os fins promovidos pelas escolas.  

Outro ponto é que a LGPD nas escolas prevê que os responsáveis têm o direito de pedir a exclusão dos dados caso o filho mude de escola.  

Como fazer essa adequação 

As escolas têm uma série de requisitos que devem seguir para se encaixar devidamente na LGPD, ainda mais considerando o trato com crianças e adolescentes.  

A busca por consultorias acaba facilitando, segundo as empresas e instituições, todo esse procedimento (além de torná-lo mais seguro). 

Para saber mais sobre LGPD nas escolas, acesse o canal do Youtube.  

Compartilhe