Lei Geral De Proteção De Dados: O Que Muda Na Vida Digital Da Pequena Empresa

O Que Muda Na Vida Digital Da Pequena Empresa 

A Lei Geral de Proteção de Dados, mais conhecida pela sua sigla LGPD, foi sancionada em agosto de 2018, mas passou a vigorar em 2020.  

Apesar de estar completando quase 2 anos desde a data em que começou a vigorar, muitas empresas ainda não estão devidamente adaptadas.  

Aliás, pesquisas apontam que mais da metade dos empreendimentos não estão seguindo tudo o que está determinada na norma. A pequena empresa não é uma exceção e há a necessidade de se adaptar. 

Lei Geral de Proteção de Dados: o que é 

A Lei Geral de Proteção de Dados é uma lei que busca estabelecer procedimentos seguros e eficientes no que tange o tratamento dos dados.  

A necessidade de algo nessa área ficou ainda mais latente com as informações digitalizadas, pois o vazamento de dados acabou sendo facilitado.  

Sendo assim, criou-se a LGPD com o intuito de estabelecer diretrizes a serem seguidas por empreendimentos e instituições, de modo a preservar dados importantes de empresas, clientes ou qualquer outra parte. 

O que muda para as pequenas empresas? 

No que diz respeito aos dados digitais, a Lei Geral de Proteção de Dados preza pela segurança máxima dos sistemas, evitando qualquer tipo de ataque de hacker.  

Além disso, a organização desses dados é um dos critérios para se encaixar na LGPD. Outros quesitos como o consentimento e a transparência dos dados também é determinante.  

As pequenas empresas que não se adequarem à LGPD estarão sujeitas às multas e sanções, bem como as grandes empresas e instituições.  

Para saber mais sobre Lei Geral de Proteção de Dados e sua adequação, acesse o Canal do Youtube

Compartilhe