Sanção Da LGPD Impõe Novas Soluções Para As Empresas Em 2022

A Lei Geral de Proteção de Dados foi sancionada em agosto de 2018, mas sua vigência se deu em 2020. Dentre o que consta na norma, há a sanção da LGPD no caso de seu descumprimento. 

Segundo pesquisas, considerando que empresas estão postergando a adequação – e que muitas ainda desconhecem tal necessidade – os índices de empresas e instituições que estão devidamente adequadas é baixo. 

Por conta disso, novas soluções e negócios começaram a surgir como forma de suprir essa demanda e necessidade para o cumprimento de todas as exigências e pormenores impostos na LGPD.  

Sanção da LGPD: quais são  

A sanção da LGPD mais preocupante é a multa que pode ser aplicada nos empreendimentos que não cumprirem com a Lei Geral de Proteção dos Dados. 

Há, primeiramente, uma advertência e se permanecer a infração será aplicada uma multa que pode equivaler a 2% do faturamento, sendo o valor máximo da multa de 50 milhões de reais. 

Além disso, multas diárias podem ser aplicadas no caso de vazamento de dados até que tudo esteja devidamente organizado.  

A multa e as consequências ao não cumprimento da LGPD assustam as empresas, principalmente pela carência de informação e falta de tempo (que foi intensificada pelo Covid-19).  

Soluções para evitar a sanção da LGPD 

De acordo com José Carlos de Sá, expert em Soluções de Integração da Softtek Brasil, a melhor maneira de se adequar à LGPD neste momento é apostando em tecnologia.  

O setor de TI está intimamente ligado com o cumprimento das exigências e, além disso, pode realizar todos os procedimentos da forma mais otimizada possível. 

Para saber mais sobre sanção da LGPD ou soluções para adequação da LGPD, acesse o blog SLM ou o canal no Youtube.  

Compartilhe