Perfil falso: como se prevenir e denunciar os fakes na internet

Perfil falso ou Perfil Fake já faz milhares de vítimas, principalmente entre os famosos, mas a luta por justiça continua.

Trata-se de personalidade falsa utilizada por cibercriminosos para praticar crimes de cyberbullying. São delitos graves para os quais existe  punição. A justiça, no entanto, precisa ser acionada. Porém, sem conhecer as formas de prevenção e por desconhecer seus direitos, as vítimas silenciam e sofrem.

Um levantamento do dfndr Lab- laboratório da PSafe, organização do grupo Cyber Labs, especialista em cibersegurança,  realizado no início de 2021, revelou que com a estreia do Big Brother Brasil 21, mais de 300 mil internautas seguiram perfis falsos dos participantes do programa, dentro do Instagram, Twitter e Facebook. O fato não passou despercebido, graças à esta pesquisa.

Ainda conforme o Laboratório de Segurança  Digital da PSafe (dfndr lab), o dia dos Pais não ficou de fora da lista dos impostores. Por ocasião desta data festiva foram detectados 137 perfis fake, que se passavam por lojas de sucesso oferecendo ofertas mirabolantes . Milhares de usuários caíram no engodo.

A importância destes estudos está no que os dados revelam. Mostram que o crescimento desmedido de invasão de identidade nas redes sociais, não dá tréguas. Cresce, envolvendo especialmente pessoas famosas. Além disso, anunciam a fragilidade a que estão expostos os internautas do mundo atual.

A criação de perfis falsos está diretamente vinculada ao cyberbullying,ato de intimidação que fragiliza, difama e humilha usando ambientes virtuais. Não há como prever quando acontecerá. Qualquer pessoa está sujeita a ter sua identidade invadida, assim como também pode ser ludibriada por um perfil fake nas redes sociais. 

Modos de se prevenir e identificar um perfil falso ou fake na internet

A dica do momento é estar atento para observar os diversos perigos e objetivos mal intencionados por trás das telas. E para ajudar a perceber o engodo e evitar a ocorrência de problemas, há atitudes que podem ser tomadas.

O cuidado mais básico nesse sentido implica em evitar acessar links desconhecidos; observar a antiguidade da conta; ver se há ícone de verificação; estar atento às demais informações e  ter um software para bloquear hackers .

No entanto, é preciso mais do que apenas constatar a ação desses cibercriminosos. É fundamental saber como se prevenir e denunciar os fakes da internet. Prevenir é uma atitude assertiva. Ela  vale para jovens, crianças e adultos, já que todos estão à mercê do cyberbullying. No entanto, nem sempre a prevenção dá conta de barrar o problema, por isso, meios para descobrir as formas de prevenção já entram em cena.

Profissionais especialistas no assunto, se voltam para o tema, com a intenção de informar e orientar e por meio de cursos e palestras iniciam uma luta antibullying.

Algumas condutas já são reconhecidas como assertivas e já ganham espaço como medidas preventivas. Um exemplo é a observação perspicaz dos perfis.

Nesse sentido o aconselhável é verificar primeiramente a antiguidade do perfil. Caso seja recente, com poucas fotos e escassas publicações, de outro país, com poucos amigos e nenhum em comum com a conta abordada, desconfie.

Outra forma sagaz de agir é buscar  pela pessoa no Google, pelo nome ou foto de perfil. A ideia é observar se a pessoa em questão interage com perfis suspeitos. Quando se refere a alguma celebridade, o ideal é procurar o selo de perfil verificado.

Somente depois desses cuidados deve-se tomar a decisão de avançar ou recuar. Em  casos suspeitos, a recomendação é não adicionar, não interagir, não passar dados pessoais,  e de preferência, bloquear e denunciar.

Perfil falso detectado: O que há a fazer?

O primeiro passo ao se deparar com um  perfil falso é entrar em contato com o suporte das redes sociais. Todas, até mesmo as com finalidades específicas, como o Tinder oferecem espaço para as denúncias.

Caso a denúncia venha da pessoa real que o perfil falso está fingindo ser, o recomendado é recorrer à justiça. O artigo 307 do Código Penal atribui crime para quem utiliza falsa identidade, para obter vantagem ou causar dano a outra pessoa. Além disso, se o perfil falso for utilizado para praticar cyberbullying, divulgar fotos íntimas ou outro tipo de crime, a vítima é  também respaldada por lei.

Porém há uma providência anterior à denúncia , que deve ser tomada. Trata-se de reunir todas as informações disponíveis sobre os fakes, registrar um Boletim de Ocorrência e procurar de imediato, por um advogado especialista no assunto. O direcionamento profissional é essencial nesses casos e pode ser a diferença entre resolver o problema ou continuar sendo enganado, assediado , invadido.

Compartilhe


Open chat